Ford fez sucesso com o lema: um carro por família. A ideia era gerar oferta. Essa oferta crescente, no caso carros, gerava a demanda: consumidores. A lógica da linha de produção respondia a pergunta: Como produzir isso?

O foco da nossa geração Y é criar demandas. Redes colaborativas e novas tecnologias podem gerar facilmente todo tipo de oferta, desde: Lady Gaga aos carros dos mais variados tipos. A pergunta na verdade é outra: O que produzir?

Isso muda tudo. O trabalho fica mais abstrato. Governos e organizações do terceiro setor precisam parar de enxergar as coisas com os óculos das debilidades aparentes, empresas carecem de líderes generalistas e as escolas devem abandonar a mensagem de meritocracia e substituí-la por uma mensagem de superação.