O hierárquico modelo de comando e controle, levado a cabo pelas organizações foi viável até o final do século XX. Foi atualizado pelo conceito de liderança compartilhada. Entretanto, o que se impõe hoje, é um modelo de trabalho onde o que é regra é questionado, todos tem voz ativa e a colaboração se dá em cima de projetos variados, como uma orquestra.

O século XXI se abriu com tensões ambientais, fundamentalismos, questões demográficas com o crescimento econômico de vários países do terceiro mundo. O século XXI nos inseriu em um cotidiano de mudanças que ocorrem na velocidade da informação.

Organizações que ainda esperam que seus colaboradores se conformem as suas regras e métodos perderam o condicionamento necessário para acompanhar o ritmo das coisas, das pessoas, e estão se tornando um fim em si mesmas.