Essa matéria foi indicada pelo amigo Marcos Levi, um dos moderadores do fórum ‘Quem tem boca vai a Roma’, fórum de discussão sobre a fé, a filosofia e a doutrina cristãs.

O papa Bento XVI expressou aprovação condicional às redes sociais nesta segunda-feira (24), elogiando seu potencial mas alertando que amizades on-line não servem como substituto para contato humano real.

(…)Ele afirmou que as possibilidades das novas mídias e redes sociais oferecem “uma grande oportunidade”, mas alertou sobre os riscos de despersonalização, alienação, falta de autocrítica e sobre o perigo de ter mais amigos virtuais que reais.

Veja a matéria completa no portal G1